Eu fui a outra metade que faltou em você.


E de repente, o que parecia ser pra sempre se acaba do nada por tudo. Por todas as noites em claro que ele me fez esperar, por todas as maquiagens que ele me fez borrar, pela viagem que ele fez sem me levar, pelas mentiras que eu precisei perdoar, pelas faltas de atitudes que eu deixei passar. E eu fui levando da forma mais leve, tentando deixar tudo mais simples, mais claro e evidente, mas ainda não foi o suficiente.

Eu me entreguei do começo ao fim. Eu me dediquei, fiz a minha parte e me esforcei para que tudo desse certo mesmo estando quase tudo errado. Dei algumas chances e perdi outras. Eu poderia ter sido espinho e ter o machucado, mas eu fui um jardim inteiro mesmo sem receber buquês de rosas ou jasmins. Eu fui presente na vida real enquanto ele se preocupava com o virtual. Eu fui até onde eu pude ser, para tentar chegar mais longe do que ele pretendia ir.

Perdi um pouco da minha loucura para deixar a relação mais lúcida. Deixei alguns assuntos de lado, tratei de fazer algo mais comportado, Ajustei meu coração e deixei o olhar mais largo. Tirei a poeira antes de você entrar, arrastei os móveis para dar mais espaço e mudei os enfeites de lugar. Coloquei sua foto no meu porta retrato e no plano de fundo do meu celular. E agora, eu só tenho a te agradecer por ter feito parte de mim e por ter sido a pessoa que eu precisei naquele momento. Quero que saiba que eu fui a outra metade que faltou em você, eu fui inteira para o nosso amor não se desfazer.

Maíra Cintra

2 comentários:

Ana Laura disse...

Maíra. Vc escreve como uma pessoa madura. Não sei qtos anos tem, mas possivelmente já deve ter passado muitas coisas. Vc escreve muita coisas que as pessoas com certeza já passaram. Continue. Lindo demais!

Rosi Rosa disse...

Texto perfeito demais.
<3