É tempo de se libertar


E então, em menos de cinco minutos você se lembra de tudo que ficou pra trás. Das palavras que você poderia ter dito e não disse para evitar atrito. Das coisas que você poderia ter feito e não fez para agradar alguém. Dos momentos que duraram pouco, mas que foram intensos. Dos copos que você não deveria ter virado e das besteiras que você poderia ter evitado. Das pessoas, amigos e amores mortos e enterrados. Do novo, dos bons e dos que permaneceram ao seu lado. 

É tempo de se libertar, de deixar, de seguir e não se atrasar. Colocar em prática aquilo que ficou pendente. Recomeçar o que aparecer pela frente. Agarrar nas oportunidades e desapegar das mesmices. Fazer jus a cada momento feliz, aprimorar suas atitudes, medir suas palavras e não economizar sorrisos. É tempo de escolhas, de construir e de desafiar o tempo. De ser calmaria, evitar as tempestades e de acompanhar a correnteza que te leva até o final. De trocar olhares com o vento, de fechar os olhos e de decifrar seu sinal.

O clima é de chegada, mas a sensação também é de despedida. E de repente, num instante  os abraços se cruzam, os copos brindam e os fogos anunciam que o que está por vir não é apenas mais um ano, mas sim uma outra e grande chance de você ser feliz. 

Maíra Cintra

7 comentários:

Juliana disse...

Um ótimo texto para uma reflexão de fim de ano. Parabéns!

Gaby disse...

Libertar de tudo o que nos faz mal e deixar os bons ventos chegar!

Lindo texto!!

Marina Cintra disse...

Minha inspiradora... adorei o texto. Como sempre maravilhoso!
Bjos

Rodrigo Nolasco disse...

Maravilhoso texto, parabéns!

E um 2015 cheio de novas e felizes inspirações!

Beijos!
http://viaspensantes.blogspot.com.br

Jaqueline disse...

Perfeito !!! 😍

Karine disse...

Amo tudo aqui linda! Saudade de ti
Lindo texto, como é bom vir aqui novamente!
Oiii esta muito lindo seu cantinho!
É um prazer revê-la. Estou voltando ao blog, e espero não sair mais.
Se puder dar um passadinha:
asoonhadora.blogspot.com
Quero estar presente novamente

×Naǝʞɐɯ disse...

Palavras perfeitas ! Lindo texto.