Menina,


Restaura sua calmaria menina. Acomode-se no que já é seu, ajeite seu espaço e seja livre para construir novos sorrisos. Sei que às vezes o mundo parece estar por um fio, que seus sonhos estão prestes a desmoronar, que seus olhos se enchem d'água mesmo os controlando para que não caia essa sua imagem de menina forte. Repare no que há de bonito ao seu redor. Deixe a brisa tocar seu rosto e verá que sem um pingo de esforço você será feliz. Rasgue todas as suas listas. Viva no improviso e não se prenda a compromissos inadiáveis. Não espere pelo incerto, não se acomode em certezas e nem alimente expectativas. Não se frustre à toa, não fique remoendo o passado como se ele fosse te assombrar. Não crie medos, nem roteiros, apenas viva em um cenário onde você tem o direito de escolhas, de mudar as posições e prioridades. Imagine uma cena onde você é capaz e incapaz de desacreditar. Não carregue pesos nem pessoas. Se desapegue do costume de pensar que você depende delas. E por favor menina, não se desespere se o céu escurecer no meio do dia, ele sempre fica mais bonito depois que a tempestade passa. 

Maíra Cintra

3 comentários:

Tamara disse...

Intenso como todos seus textos são. Parabéns!

Day :) disse...

show, adorei...Parabens

Felipe disse...

Viva o hoje e o agora e como você mesma disse " Deixe as listas de lado e viva no improviso..."
E por maior que for a dificuldade, nunca devemos esquecer dos nossos sonhos, porque só você poderá brigar por eles e mais ninguém, belo texto :]