A vantagem de ser sua própria companhia.


Paro por segundos e analiso toda a minha vida. Comparo com o mundo ao meu redor, como se eu fosse colocar toda essa bagunça em ordem, como se tudo o que ficou para trás tivesse alguma culpa, como se toda essa gente que passou por aqui se importasse com a minha vida. E o pior é que eu sempre acho que tenho razão nas coisas que penso e nas coisas que falo. Pois na minha opinião, quando algo faz sentido há uma explicação por trás de uma razão. Eu sempre tentava encontrar uma solução no meio disso tudo, mas eu achava que não tinha como encontrar todas as respostas sozinha. Me enganei.

Cheguei a achar que tudo isso era injusto, vazios e cheios de versões e inversões. Uma tal raiva aparente que me pegava totalmente desprevenida e sóbria, que me deixava tonta e perdida. Às vezes eu chegava a ser um tanto grossa, um tanto irônica, um tanto rude e fria. Mas por dentro era totalmente delicada e despreparada. Tão cheia daquelas coisas que as pessoas não dão valor, que ficam escondidas por trás de uma armadura que dificilmente se tira.

Na minha mente eu não conseguia entender o que verdadeiramente eu buscava, o que realmente as pessoas queriam de mim. Acabei por descobrir que a falta de algumas delas eram a liberdade que tanto sonhava. De outras pessoas eu ainda me pergunto qual o motivo de tanta insensibilidade. Arrumava mil desculpas para o comportamento imbecil das pessoas que eu amava. Foi então que resolvi encarar a realidade e me livrar de tudo que não me fazia bem. Arrancaram o melhor de mim e me devolveram em doses exageradas várias aprendizados. Sentia-me abandona, mas isso me fez descobrir que tudo na vida não vale a pena se não desfrutarmos da nossa própria companhia. Conheço pessoas que tem a todos, mas não tem a si próprios. Sem querer aprendi as vantagens de ser só. A partir desse instante passei a ter todos e tudo o que eu precisava ter sem precisar saber quem realmente me fazia bem ou não. Flutuo por aí e ainda mantenho os pés totalmente no chão.

Maíra Cintra


9 comentários:

Maria Clara disse...

Esse texto diz tanto sobre mim, adorei!

Bjs
http://transformesecomlinhastortas.blogspot.com.br/

Lucas Richardson disse...

Me identifiquei bastante com o texto! O lado bom da solidão é que ela nos dá oportunidade para pensar e refletir, e quando pensamos e refletimos sobre tudo o que aconteceu, entendemos muito do que antes parecia ser incompreensível.

Parabéns!

Beijo!

Poeta da Colina disse...

Encontrar-se é um processo que muda sem jamais se completar.

♫ ♬ ♪ ♩ -Uma Garota Adolescente-♫ ♬ ♪ ♩ disse...

Segundo... sigam o meu blog??? :)

Pauline Davidmash disse...

Fiquei arrasada quando meu amante de três anos deixou para ficar com outra mulher. Eu chorava e soluçava a cada dia, até que ele ficou tão ruim que eu alcancei para a Internet para obter ajuda. Eu joguei fora tanto dinheiro com rodízios mágica falsas - tudo por nada - até que eu bati na coisa real. E que é você, o Senhor Krishna. Você era diferente de todo o resto - você é o diamante em bruto. Obrigado do fundo de minha alma! Estou muito feliz agora com ele de volta e melhor. Espero que Deus abençoe tanto quanto Ele tem me abençoado. Amor, visitá-lo no (spells@prophetofgoddess.com ou www.prophetofgoddess.com), ele pode ser uma grande ajuda para todos vocês.

Marcela Melo disse...

tem muito de mim no texto... talvez do que eu fui...

gostei.

Maíra Vanessa disse...

Eu ainda não me encontrei como boa companhia para mim mesma. Às vezes as pessoas nos fazem acreditar q não somos bons o suficiente nem mesmo sozinhos. Mas, chega um momento em que necessitamos nos encontrar conosco mesmos, nos encarar e dizer: eu sou o que tenho de melhor! Preciso passar para esta fase! Belo texto!

Ygo Maia disse...

É MUITO COMPLICADO SER FELIZ SOZINHO, MAS SE É PARA ESTAR RODEADO DE MÁS COMPANHIAS, MELHOR FICAR CONSIGO MESMO...

PRECISAMOS NOS AMAR PRIMEIRAMENTE PARA QUE TENHAMOS ALGUÉM QUE NOS AME DE VERDADE.

Blog "Mergulhando Na Leitura"
http://ymaia.blogspot.com.br/

Tayara disse...

Me identifiquei com o texto.