Sente-se e preste atenção.

Sente-se aqui, fique a vontade. Não te ofereço meu amor porque ainda guardo muita dor. Não te ofereço todo meu tempo porque ainda não tenho tempo para isso. Não te ofereço meu carinho porque ainda não temos intimidade. Não te ofereço o meu melhor sorriso porque ainda carrego um pouco de rancor. Não te ofereço minha bondade por inteiro porque ainda não sou boa totalmente para isso. Não te ofereço meu colo porque sou eu que estou precisando de um. Não te ofereço meu calor porque sou uma pessoa meio fria. Não te ofereço minha cama porque a minha saudade ocupa todo o espaço. Não te ofereço minha angústia porque não desejo isso para ninguém. Por fim, te ofereço minhas palavras pois sei que de um modo ou de outro elas te farão bem.

Posso te fazer um café enquanto te conto algumas coisas, enquanto conversamos podemos falar das nossas experiências, dos nossos sonhos, das nossas alegrias. Podemos nos abrir um para o outro e conhecer o nosso interior. Podemos dizer coisas doces para acompanhar com o café. Se você preferir posso ligar a TV, mas acho que ela desviaria um pouco a sua atenção no meu olhar, nas minhas palavras e em cada marca expressante do meu rosto no momento em que conto a minha vida. Não seria justo a sua falta de atenção, no pouco que eu tenho a te oferecer. É de graça, não tenho preço, não tem um valor certo o que te ofereço, é você quem vai fazer ser valioso.

Chega mais perto e se abre comigo, não tenha medo, não tenha receio, eu sei guardar segredo. Aliás, isso é uma das minhas maiores qualidades. Eu sei lidar com as pessoas, mas às vezes acho que as pessoas que não sabem lidar comigo, com esse meu jeito. Elas se assustam, se afastam e simplesmente se vão. Não deixam nada, só os momentos ruins e bons. Se quiser mais um pouco de café pode pedir, eu vou buscar. Ainda não terminei e espero que você também não. Quero que me conheça e que se surpreenda, quero que se sinta bem ao meu lado e quero que saiba que não faço muito esforço para isso. Se você sentir-se bem irá ser sincero, pois não costumo forçar a barra e nem a simpatia, ajo sempre com naturalidade, mesmo com esse meu jeito meio sem jeito. Não olhe para o relógio, esqueça do tempo, fique um pouco mais, de começo pode ser meio estranho porque eu sou estranha, mas não sou difícil, posso te garantir que você se acostuma.

Sente-se e escute o que tenho no coração, não vivo à toa, faço a diferença. Sente-se e preste atenção.

Maíra Cintra

11 comentários:

Loyanne Freire disse...

Amei *----*
Isso tudo está tão eu.

Elizabeth Regina disse...

A ti, menina-escritora, eu ofereço meus parabéns pelo belo texto! Sempre admiro as coisas que você escreve e observo que a cada dia estás melhor que no texto anterior.Você sabe que sou sua fã.

Lindo blog!!!! Bjs

Vanessa Carvalho disse...

Que bonito.

Flores.

Poeta da Colina disse...

E talvez esse último pedido seja o que mais falte para o humano. Quantas são as almas realmente dispostas a conhecer o outro?

Carla disse...

Lindo, sereno, sincero... sem mais!

Amei.
Parabéns!

Thiêssa disse...

Parabéns flor...amo mto seus textos....vc e 10000

Geh Rodrigues disse...

Ameeeei *--* sou apaixonada por pensamentos, Adoro descobrir a sensibilidade das pessoas atravez da escrita. Estou te seguindo. Ficarei muito feliz em receber você em nosso blog.
Com muito amor: Geeh Rodrigues
http://solteiricecrista.blogspot.com.br/

jose pereira disse...

Chega uma hr q a gente aprende:
Q nem smp os sonhos sao reais !
Q as coisas nao sao exatamente da maneira q qremos !
Q os amores so sao eternos na memoria

rafaela Alves disse...

Nossa parabeens. amo esse seu texto, vc escreve mt beem!!
Me identifiqueei aqui ;)

Rebeca Mello disse...

Oi Maíra, adorei seus pensamentos rs! Quando um texto me prende eu começo a viajar nele sem perceber e parece que me desligo por uns momentos de tudo ao redor e aconteceu isso quando li seu post, gostei muito e to seguindo seu blog, se puder me segue tb, bjus!
rebeca-mello.blogspot.com

Vih L, disse...

É tão bom ver você escrevendo e outras pessoas se identificando tanto em cada palavra, autora que se tornou também porta voz de quem tem sentimentos bonitos e os encontra escritos lindamente aqui!
Parabéns! Adoro seu blog! *-*
Beijão =*