As pessoas e suas intenções.


Em geral, está cada vez mais difícil de conviver com as pessoas. Não digo em fazer amizades ou se relacionar com alguém, pessoas interessadas não faltam. Talvez seja isso o problema, as pessoas e seus interesses. É um ciclo vicioso que acumula e que transborda de egoísmo e insensibilidade. Pessoas que falam da vida das outras com uma imoralidade sem tamanho, pessoas praticando a exclusão como se não houvesse o amanhã, pessoas que se acham melhores que as outras por uma simples quantia na conta bancária. É meus caros, o mundo está cada vez pior e ninguém faz nada.


No vale tudo da vida, vale tudo mesmo e sem restrições. É sexo ao invés de carinho, é o prazer substituindo o amor, é diversão sem responsabilidade, é a bebida curando a dor. É uma sede incontrolável pela loucura de se perder sem se encontrar, parece que o mundo está acabando e esqueceram de avisar. A música fala mais alto do que qualquer palavra, a bebida é mais forte do que qualquer olhar, a droga é mais viciante do que qualquer carinho, a dança perdeu totalmente seu ritmo, o prazer de conquistar acabou o encanto e a fidelidade não existe nem com si próprio, muito menos com o próximo.

Minhas palavras já se tornaram melosas, são poucas as pessoas que saibam interpretar algo tão profundo. Pura preguiça ou medo?! Algo os impede de querer sentir, de querer enxergar coisas bonitas. A simplicidade está perdendo o sentido e são poucos tentando resgatá-la. A frieza e a intolerância andam lado a lado. Já não sei onde vamos parar, mas quanto a isso prefiro nem imaginar. Não sei em que time as pessoas jogam, só sei que sou do time que acredita na vida, mas ainda desconfia das pessoas e de suas intenções.

Maíra Cintra

22 comentários:

Dayara disse...

Gostei desse trecho: "a fidelidade não existe nem com si próprio, muito menos com o próximo".
E infelizmente é como as coisas são hoje em dia.

dayaragermano.blogspot.com

Lucas Ribeiro disse...

Gostei bastante desse texto... e realmente conviver com as pessoas no mundo de hoje é uma coisa complicada, as pessoas se esquecem dos reais valores da vida e só pensam em dinheiro.

Gislãne Gonçalves disse...

Relacionar-se não é fácil!

beijos
:)

Maria Clara de Claro Lira disse...

Moça... adorei cada detalhe do teu blog! MUITO BOM E BONITO! =D

Iasmin Cruz disse...

Oi, tudo bem?
O Refúgio das Palavras começa 2012 com grandes novidades e vim lhe convidar para conferir.

http://iasmincruz.blogspot.com/2012/01/novidades.html

Tenha um ótimo fim de semana.

Suu Munizz disse...

Sabe Maíra,vc tem toda razão,as pessoas parecem querer viver do que "parece" e não do que realmente é.
Vivem de tentar mascarar seus sentimentos,se escondendo atrás de palavras e mais palavras que no fundo não tem significado algum pra elas mesmas.
E aí,coisas como o que vc e outras pessoas incríveis escrevem por aqui fica meloso,sem graça,quando na verdade o que perdeu a graça foram essas pessoas que parecem não sentir.
Abraço querida,=)

Raul disse...

Muitas pessoas querem ser o que não são, se todos estivense um modo de pensar ao menos parecido, poderia ser menos complicado.

Lucas Adonai disse...

Muito bom! ^^

Rock in Culture disse...

Fazer o que neh somos humanos somos seres dificieis de entender

Mylla disse...

Concordo com boa parte do teu texto. Somos intolerantes e absurdamente desinteressados e egoístas. Vejo isso muito em mim e estou penando pra corrigir e mudar.

Justamente é por isso que acho que o sexo, no texto, foi tratado com uma pontinha de intolerância. Sexo é sexo. Não precisa de juras de amor ou sequer um carinho especial. Respeito basta.

Já fidelidade é outra coisa que não me cai bem aos ouvidos. Prefiro pensar que sou leal a mim mesma e àqueles que amo do que propriamente fiel.

Enfim, divaguei! Hahaha.

:*

http://hey-london.net

Mateus Zanetti disse...

Devemos, apesar de tudo, ver o outro como nosso irmão. Devemos ser compreensíveis embora não devamos tolerar a atitude da não busca pelo aprimoramento pessoal.

http://mensagemparapensar.wordpress.com/

Tássia Grahl disse...

Como você mesma disse, é um círculo vicioso, todos preocupados com seus próprios interesses, e acabam tornando-se seres frios e sem qualquer aparente sentimento.
E quanto ao time que acredita na vida, estou incluída nele também. O que a gente não pode, é perder as esperanças.
Lindo teu blog, lindo texto, e você é linda também.

Retribui o comentário/visita? http://trespontinhos-reticencias.blogspot.com/

Estou te seguindo viu, beijos, bom final de semana e sucesso.

♥+♥=♥ disse...

Lindas palavras *-*

http://www.agradeoseugatinho.blogspot.com/

Carlos André disse...

Ótimo texto!
Infelizmente o mundo está assim, vivemos numa verdadeira guerra de egos (dentro de um local de trabalho principalmente), realmente falta consciência, infelizmente a existência é tratada como uma coisa descartável.

Rodrigo Vieira disse...

Vc soube descrever exatamente o que a maioria enxerga mas não faz nada. Perfeito, sem palavras!

Vanessa Padilha disse...

Suas palavras são de uma sensibilidade sem tamanho. Continue assim, mesmo que as pessoas não saibam interpretar. São pessoas como vc que fazem a diferença.

Palomah Pereira Lavigne disse...

Olá, estou lhe seguindo, siga lá tambem? *-* e curta no face:
http://www.facebook.com/profile.php?id=100003274108777
http://things-and-things.blogspot.com/
Beijos&Abraços!

Cuchila Blog disse...

hoje em dia as pessoas sao falsas ..mto falsas

www.cuchila.blogspot.com

Priscila Natany disse...

Lindo texto.

C.Q.C.M. disse...

E se eu disser que leio seus textos porque me apaixonei por você? rsrsr.

Jackeline Licá disse...

Visitando ...

BEPClub disse...

Muito bom nao sei pq me fez lembrar a Adele