DE AGORA EM DIANTE.


Eu desejo que as coisas que não te fazem bem termine, e principalmente que venha de você a coragem de pôr um ponto final em cada uma delas. Que você saiba colocar vírgulas quando precisar seguir mais devagar e que você saiba grifar as partes mais importantes para não esquecer do que foi bom. Então, depois de escrever a sua história, que você saiba contá-la sem pular nenhuma linha, mesmo que essa linha esteja a pior parte dela.

De agora em diante, que você passe a agradecer por todas as coisas que deram errado na sua vida para que coisas melhores pudessem dar certo. Que olhar para trás não seja mais um desafio nem obrigação, mas sim orgulho e exemplo. Que a partir de agora, todos os nãos sejam revertidos para “você será mais feliz assim”. Que os julgamentos sejam evitados e que tudo possa ser compreendido mais fácil se colocando no lugar do outro.

Eu espero que, entre tantas mágoas pelo acumulo de expectativas, você saiba se perdoar sem receio algum. Que entre tantos términos, você aprenda com eles a recomeçar sem grandes esforços. Que você se descubra cada vez mais e aprenda a se amar ensinando ao outro como deve ser amada. Que nada e nem ninguém roube a sua verdade dizendo o que você deve fazer, ser ou sentir.

Queria que você soubesse que existem milhões de pessoas que você ainda não conhece,
portanto, se afaste de quem “não vai com a sua cara” ou de quem não te devolve boas energias, você não precisa delas. Evite lugares que você não se sinta bem vindo, mude quando sentir necessidade e suma quando precisar se encontrar. Desejo que você comece esse ciclo de portas e janelas escancaradas, pois tem um ano inteiro lá fora te esperando para ser feliz.

Maíra Cintra

RESPEITO, EMPATIA E RESILIÊNCIA





Não é o que você come e sim o que você escolhe deixar guardado dentro de si para usar a seu favor. O respeito por si mesmo e pelos outros é o primeiro passo para uma vida mais saudável, de nada adianta cuidar do físico se o emocional está desnutrido. Não podemos permitir que nos façam ingerir coisas podres, coisas que sugam a nossa energia e nos corroem por dentro. Nós nos cobramos tanto que às vezes esquecemos de analisar as atitudes das pessoas a nossa volta. Volta essa que o mundo dá e tudo vai se concretizando em experiências e absolutamente nada se torna indispensável para o nosso conhecimento. É difícil, sim, muito, mas precisamos manter o nosso equilíbrio e deixar que algumas coisas fluem. Saber respirar fundo quando faltar palavras, olhar para os lados quando se sentir perdido e só recuar quando não quiser repetir o mesmo tropeço. Saber o que sobra, o que falta e que "mais é menos" é sinal de inteligência.  

Tente enxergar o mundo com os óculos do outro e a convivência será bem mais simples, pois saber o que não quer para si mesmo, também é saber o que não se deve fazer com o próximo. Empatia é raro, poucos sabem se colocar no lugar de outra pessoa, alguns nem sabem onde estão e nem pra onde estão indo. As pessoas estão perdidas, tentando ganhar um lugarzinho em algum grupinho hipócrita de amigos que só aceitam pensamentos compatíveis aos seus. Temos que ter fome e saciedade de, não só fazer o melhor para nós mesmos, como também de não fazer nada em certos momentos para não ter uma indigestão de negatividades. Se impor em certas atitudes, se limitar ao que não te faz bem e se manter no lugar quando algo em sua volta sair do controle, é sinal de elegância aos maus olhares. 

Seja leve que a vida leva para longe todo o peso daquilo que ficou subentendido. Resiliência para enfrentar o mundo, possuir uma conduta sã em um ambiente insano, ter a capacidade de sobrepor-se e construir-se positivamente frente as adversidades e das dificuldades diárias. Nem todos os sentimentos são iguais, há situações pelas quais sentimos fracos e sozinhos, mas com os pés firmes no chão e o rosto virado para frente isso não é nada perto da fé que cultivamos ao longo do caminho extenso que ficou para trás. Não é preciso somente ter maturidade para fazer tudo que citei acima, basta ter sentimento nos olhos e saber enxergar que na vida cada pessoa carrega uma história, por isso respeite cada um e ofereça transparência, mesmo que te devolvam escuridão.

Maíra Cintra

3 MINUTOS


Eu não costumo pensar muito não, quando me dá 3 minutos vou lá e faço. E pronto, tá feito, tá decidido. Aqueles minutos que eu jogo tudo para o alto, mando um foda-se em silêncio e respeito as minhas vontades tem sido cada vez mais frequentes. Às vezes são minutos de prazer, outras vezes são minutos de alívio, muitos minutos se estendem em horas de alegrias e outros minutos viram dias de arrependimento. Minutos que mudam totalmente o ruma da vida, mas eu não me importo, não mais. Prefiro não perder meu tempo pensando, recalculando e sofrendo por antecipação, porque isso eu já fiz demais.

Eu já pedi 3 minutos para ter tempo de poder me explicar, fiquei por mais de uma hora implorando que voltasse atrás e dei chances durante muito tempo para quem não merecia ficar. Já me dediquei anos de amor e coloquei um ponto final em segundos. Rasguei a página, comecei um novo capítulo e em pouco tempo mudei a história da minha vida. Me agradeço todos os dias pelas minhas escolhas, por mais doídas e doidas que são, foram elas que me fizeram olhar o mundo de uma maneira diferente. Resgatar forças e seguir em frente, é uma das coisas mais comuns que faço hoje.

Não é justo eu continuar carregando nada além do que eu carrego. Apesar da coragem que eu plantei em mim, eu ainda tenho algumas inseguranças, mágoas e paranoias. E eu aprendi a segurar essa onda sozinha, faço o que eu posso para não depender de ninguém para me curar. Aprendi também a não ter medo da solidão, criei meu próprio mundo onde só as pessoas que me aceitam tem o direito de permanecerem. Aprendi também a ser egoísta, se não conseguem admitir o mal que me fizeram, não vou estender isso em julgamentos e implorar pelo perdão que me devem. Eu consigo decidir em apenas 3 minutos se eu suporto, se eu permaneço ou se eu vou embora de vez.

Descobri que não preciso ficar me martelando tanto se o único motivo é o que me faz sofrer, a palavra mesmo já diz. Se feriu meus sentimentos, se perdeu o respeito e se quebrou a minha confiança, não vai ser a pessoa quem fez isso que vai consertar, somente eu vou ser responsável por colar os pedaços e achar o remédio para me curar. Tá tudo bem aqui, ninguém precisa se preocupar. Eu me restauro com a minha loucura e me distraio com a minha presença. É normal eu me desequilibrar de vez em quando, chorar um pouco, desabafar e achar que eu preciso de alguém, quando o que eu mais preciso é de uns 3 minutos de silêncio para me encontrar de novo, apoiar no meu orgulho, respeitar o meu egoísmo e abraçar o meu amor-próprio.

Maíra Cintra

O QUE EU DESEJO PARA 2017


Eu desejo que você mude ou que consiga compreender qualquer tipo de mudança quando ela não estiver em seus planos. Que nada o impeça de tentar de novo e que você tenha disposição de sobra pra isso. Que você saiba transformar as decepções em aprendizados, e se houver raiva, que seja passageira. Que as mágoas não sejam um peso e que você aprenda a carregar na mala somente aquilo que contribui para seu crescimento.

Que você tenha fé, porque sem ela é impossível continuar. Que a coragem seja um amuleto para que você segure nela todas as vezes que sentir medo. Que nada seja em vão e que você aprenda que ninguém passa pela nossa vida por acaso. Que você tenha muitos sonhos e que consiga realizá-los, mas que você aprenda a viver de improvisos também. Que você se aventure, se divirta e aproveite cada instante como se fosse o último. Que você consiga identificar as coisas que realmente valem a pena e as que não valem o mínimo do seu esforço.

Eu desejo que você tenha a sabedoria necessária para aceitar o que não te faz bem e saiba identificar a hora certa de se retirar. Que você tenha paciência, mas se caso perdê-la, que você consiga se desculpar. Que você encontre a paz e que tenha equilíbrio todas as vezes que alguém ousar roubá-la. Que você compreenda que a inveja e arrogância são coisas de gente pequena, que não cabem em sua vida e que não vale a pena revidá-las. Que em momento algum você implore por afeto, nem mendigue carinho e muito menos aceite migalhas. 

Eu desejo que você encontre um amor, mas que antes, encontre o amor-próprio. Que em seu relacionamento exista a reciprocidade e principalmente o diálogo. Que você faça novas amizades e consiga conservar as antigas. Que você tenha uma família unida, mesmo que distante, e que ela não seja constituída pela ganância nem pelo o ódio. Que mesmo sentindo saudades, você aprenda a aceitar que um dia cada um irá tomar um rumo. Que os desentendimentos sejam para melhorar qualquer relação, mesmo quando o motivo for para ser uma separação.   

Eu desejo que você vire a página ou rasgue-a se for necessário. Que você mude de capítulo, de canal, escute outras músicas e crie novos hábitos. Que você tenha orgulho de si mesmo, de todas as vezes que deixou algo ruim passar em silêncio ou pelo grito de socorro que deu quando precisou de ajuda. Eu desejo que você cometa novos erros, que arquive os erros antigos e principalmente que escreva novas histórias. 

Maíra Cintra